Como estimar o valor da minha aposentadoria

como calcular quanto vou receber de aposentadoria

O cálculo da aposentadoria é feito com a média de todos os salários de contribuição, a partir de julho de 1994. Assim, você receberá 60% dessa média com o acréscimo de 2% por ano que exceder 15 anos de tempo de contribuição para as mulheres e 20 anos de tempo de contribuição para os homens. 21 Cʼhwe. 2024

Como calcular a aposentadoria: uma das maiores dúvidas do segurado

Não saber o quanto vai receber quando se aposentar pode gerar ansiedade e insegurança em todas as pessoas que contribuem para o INSS. Isso é ainda pior para os profissionais que tenham carreira com faixa salarial bem superior ao salário mínimo, já que, nesses casos, a renda pode diminuir muito após a concessão da aposentadoria.

Com as mudanças na Previdência, surgiram dúvidas e inseguranças em relação ao cálculo da aposentadoria. Além do tempo de contribuição, é essencial entender como calcular o valor para garantir um benefício adequado.

Qual é o valor da aposentadoria para quem ganha 4000?

Exemplo de cálculo da Idade Progressiva: Uma mulher com 32 anos de contribuição e uma média de salários de R$ 4 mil. Ela receberá 60% + 34% (2% x 17 anos a mais que os 15 anos de contribuição), totalizando 94%. Multiplicando a média de R$ 4 mil por 94%, o valor da aposentadoria será R$ 3.760.

Como calcular o valor da aposentadoria?

A boa notícia é que, sim, há como calcular a aposentadoria, realizando uma projeção do valor que será recebido pelo segurado após a concessão do benefício. Contudo, para fazer isso é preciso partir de uma análise minuciosa do histórico de todas as contribuições realizadas. Assim, sugerimos fortemente que você solicite auxílio de um advogado especialista.

Ainda, ressaltamos que se trata de um cálculo complexo para quem não está habituado com o tema, mas que pode ser feito se você seguir o manual para planejar e calcular a aposentadoria que disponibilizamos gratuitamente.

Muitos acreditam que a contribuição no teto durante os últimos anos de atividade vão conseguir garantir uma boa aposentadoria, mas isso nem sempre é verdade. A razão para o valor não se manter no teto com esse período contributivo no final da carreira é porque o cálculo do valor da aposentadoria é feito com base na média salarial.

Antes da entrada em vigor da Reforma da Previdência, essa média dos salários era feita através da soma de 80% dos mais altos salários recebidos ao longo da vida do segurado. A partir da Reforma, a média será calculada com todos os períodos de contribuição do segurado, o que resultará em uma média ainda menor.

You might be interested:  Funcionamento dos pagamentos nos dias 5 e 20

Contudo, vale lembrar que quem tem direito adquirido , ainda pode se aposentar usando o cálculo antigo. Ele é especialmente vantajoso nos casos de aposentadorias especiais.

Como calcular aposentadoria: chegando ao valor do benefício

Primeiramente devem ser listados todos os períodos contribuídos (períodos não contribuídos não entram, exceto em caso de regularização de débito de empresários ou autônomos). Após, basta somar e fazer a média aritmética simples a partir dessa soma. Ou seja, digamos que você tenha algo equivalente a 420 contribuições ao INSS. Você deverá somar todas os seus salários de contribuição, que tenham sido efetuadas após 07/1994, e dividir por 420.

Entretanto, você deve ficar atento, pois todos os salários de contribuição deverão ser atualizados para o dia em que você estiver fazendo o cálculo em si.

Feita essa média, quer dizer que esse será o valor do benefício? Não.

Isso porque, com a Reforma, para quem cumprir os requisitos da aposentadoria por idade, o valor será de 60% dessa média de salários que foi calculada.

Se você quiser aumentar esse valor, é preciso ter mais anos de contribuição além de 15 anos (mulheres) ou 20 anos (homens). Desta forma, cada ano a mais acima desse mínimo, aumenta 2% no valor da aposentadoria. Em consequência, para contar com 100% do valor desta média é necessário completar 40 anos de contribuição.

Veja a seguir na tabela, quantos anos você precisa contribuir para receber 100% da média:

Anos de contribuição % que a mulher ganha % que o homem ganha
15 60 60
16 62 60
17 64 60
18 66 60
19 68 60
20 70 60
21 72 62
22 74 64
23 76 66
24 78 68
25 80 70
26 82 72
27 84 74
28 86 76
29 88 78
30 90 80
31 92 82
32 94 84
33 96 86
34 98 88
35 100 90
36 92
37 94
38 96
39 98
40 100

Exemplo da Elizabeth

Elizabeth, uma segurada do INSS, alcançou uma fase crucial em sua carreira: a preparação para a aposentadoria. Consciente da complexidade do sistema previdenciário, ela decidiu mergulhar nos cálculos para compreender o impacto financeiro de sua aposentadoria.

Nesta jornada, Elizabeth descobriu a importância de contar com a especialização de um advogado previdenciário para orientá-la em meio às difíceis nuances da legislação previdenciária.

You might be interested:  Como descobrir se possuo valores esquecidos no Banco Central

Elizabeth percebeu que uma estratégia bem elaborada poderia otimizar seus benefícios previdenciários. A escolha do momento certo para solicitar a aposentadoria e a compreensão das opções disponíveis – seja por tempo de contribuição, idade ou aposentadoria especial – exigiam uma análise minuciosa, inclusive nos cálculos.

E para quem já tem direito adquirido?

Para quem completou os requisitos para se aposentar, antes de 12/11/2019 (quando entrou em vigor a Reforma), os critérios de como calcular a aposentadoria permanecem inalterados. Ou seja, mantêm-se o que dizia a Constituição Federal antes da alteração.

Isso quer dizer que, quando você for calcular a média aritmética dos salários de contribuição, deverá fazer a média dos 80% dos maiores salários recebidos durante o tempo de contribuição. Os 20% menores não são contabilizados. Assim, os demais salários, desde 07/1994 até o dia do cálculo, são somados e divididos pelo tempo de contribuição.

Essa é a forma de calcular a média salarial e esse será o valor recebido caso você venha a se aposentar. Nesses casos, para quem já tem o direito adquirido, não haverá a aplicação dos 60% sobre a média, nem o incremento dos 2% por ano a mais de contribuição a partir dos 15 ou 20 anos.

Caso você esteja enfrentando dificuldades e necessite de assistência para calcular sua aposentadoria, nossa equipe está disponível para ajudar. Entre em contato conosco e teremos prazer em auxiliá-lo(a) com seu caso específico.

Marcela Cunha

Advogada, OAB/SC 47.372 e OAB/RS 110.535A, sócia da Koetz Advocacia. Bacharela em Direito pela Faculdade Cenecista de Osório – FACOS. Pós-Graduanda em Direito Previdenciário pela Escola Superior da Magistratura Federal do Rio Grande do Sul (ESM…

    Tags:

  • Aposentadoria
  • Cálculo
  • Planejamento

Como fazer a simulação da aposentadoria?

Entre no site ou aplicativo Meu INSS,Utilize seu CPF e a senha cadastrada,Agora, clique em “Do que você precisa?”,Em seguida, escreva “simular aposentadoria”,Confira ou altere seus dados, como data de nascimento ou vínculos, clicando no lápis.Depois clique em “Recalcular”,More items

Como saber o cálculo da aposentadoria?

Aposentadoria por idade A regra considera a idade mínima de 65 anos para homens e 62 para as mulheres, e um tempo de contribuição de 15 anos para ambos.

Como se aposentar com 100% do salário?

Aposentadoria Especial (pós-Reforma): Homens: 40 anos de contribuição. Mulheres: 35 anos de contribuição.Aposentadoria por Idade: 70% + 1% por ano de contribuição.Regra de Transição: 40 anos (homens) ou 35 anos (mulheres) de contribuição.

Quem ganha 3.000 se aposenta com quanto?

Para receber o valor máximo de aposentadoria, é necessário ter contribuído por pelo menos 35 anos. Por exemplo, se uma pessoa tiver uma média salarial de R$ 3.000 e já tiver contribuído para o INSS por 30 anos (no caso das mulheres) ou 35 anos (no caso dos homens), ela receberá um benefício no valor de R$ 2.700.

You might be interested:  como saber se fui ocultado no stories do instagram

O cálculo do valor da aposentadoria leva em consideração diversos fatores, como tempo de contribuição e média salarial. Quanto mais tempo você contribuir para a Previdência Social, maior será o seu benefício quando se aposentar.

É importante planejar sua vida financeira pensando na aposentadoria desde cedo, pois quanto mais cedo começar a contribuir para o INSS, maior será seu tempo de pagamento à Previdência e consequentemente maior será sua renda mensal quando chegar à idade da aposentadoria.

Quem ganha 1800 aposenta com quanto?

Quando se trata de calcular o valor da aposentadoria, é importante levar em consideração diversos fatores. Um desses fatores é o salário de benefício, que corresponde à média dos maiores salários de contribuição do trabalhador ao longo da sua vida laboral.

Vamos supor que alguém tenha um salário de benefício igual a R$1.800,00 e deseje saber qual será o valor da sua aposentadoria. Nesse caso, é necessário aplicar o fator previdenciário sobre esse valor para obter o montante final.

O fator previdenciário varia conforme a idade do segurado no momento da concessão do benefício e também leva em conta seu tempo total de contribuição para a Previdência Social. Esse cálculo visa ajustar o valor inicialmente estimado pela expectativa de vida do beneficiário.

Supondo que nesse exemplo específico, o fator previdenciário seja 0,92 (valor fictício), podemos multiplicá-lo pelo salário de benefício para encontrar o valor exato da aposentadoria mensal. Portanto:

Valor da Aposentadoria = Salário de Benefício x Fator Previdenciário

Valor da Aposentadoria = R$1.800,00 x 0,92

Valor da Aposentadoria = R$1.656,00

Dessa forma, uma pessoa com um salário de benefício igual a R$1.800 receberá uma quantia mensal aproximada no valor de R$1.656 como sua aposentadoria.

É importante ressaltar que esses valores são apenas exemplos hipotéticos e podem variar dependendo das regras e legislação previdenciária vigentes no momento da aposentadoria. Portanto, é sempre recomendado buscar informações atualizadas junto aos órgãos competentes ou profissionais especializados para obter um cálculo mais preciso e personalizado.

Quem ganha 10 mil se aposenta com quanto?

De acordo com uma simulação feita pela Monett, para alcançar o teto máximo vigente do INSS, o contribuinte precisaria realizar aportes mensais de R$ 267,73 por 40 anos ou R$ 659,71 por 30 anos. Caso o objetivo seja se aposentar em apenas 20 anos, basta investir mensalmente cerca de R$ 1.755,28.